FARMING

• Pecuária
Nosso estabelecimento conta com um potencial enorme de criação de animais, com base em uma gestão sustentável do sistema de pastejo ecológica e de seu ambiente natural. Os padrões de bem-estar animal da União Europeia são de uso comum em nossa rotina diária propriedade. A empresa desenvolve um ciclo completo de criação de animais, sendo suas principais atividades e categorias os de invernada, criação e engorda de gado no pátio. Com o acasalamento programado e estações de parição de acordo com a idade do animal, categoria e condição, o produto final (bezerros) é destinada à venda ou então o produto é terminado em um curral de alimentação, utilizando grãos e pastagens produzidos dentro do rancho.

 

• Feed Lot
O gado que entram no estabelecimento para a maior parte com a criação e categoria invernada durante o mês de julho e agosto, o movimento gradual, permitindo o movimento de pessoal e máquinas no interior das instalações. Lembre-se que a origem desses animais está localizado em áreas de reprodução nas proximidades da estepe patagônica onde seus grandes áreas e áreas selvagens não é a visão comum desses elementos causadores de stress nos animais. No caso de bezerros e novilhas, que são concluídos dentro do ciclo de pastejo em março e abril, com um peso médio de 340 quilos. Os machos, bezerros e novilhos, intervalos de abate com peso entre 410 e 430 quilos, não completar a sua terminação em campo e estão confinados a rações do começo do outono feitas dentro da instalação baseada em alfafa e milho com grãos minerais adicionados e vitamínicos. Ele tem as instalações adequadas, em baias, comedouros, bebedouros, silos para armazenar grãos produzidos na fazenda e galpões para os fardos utilizados na preparação de rações. Cerca de 1500 animais agora podem cobrir essa atividade dentro das instalações da exploração.

 

• Alfafas e pastagens associadas
Utilizam-se cultivos adequados à latitude e aptidão de uso dos solos, destinando-se setores específicos ao PRI (pastoreio rotativo intensivo) e outros à elaboração de reservas de forragens. Tais reservas de forragens são utilizadas nas rações da fazenda ou destinadas à venda direta nos mercados da Patagônia. Atualmente está sendo analisada a realização de investimentos para industrializar e adicionar valor aos mesmos.

 

• Cereais e Oleaginosas
O milho ocupa um lugar preponderante na área semeada dentro do nosso estabelecimento, por seus possíveis usos na alimentação do gado, venda direta em mercados da Patagônia e utilização na bioenergia. Neste último item e juntamente com a soja, constituem alguns dos desafios mais interessantes no que diz respeito ao aproveitamento destas espécies. Produções de sementes em cultivos tais como alfafa, girassol, abóbora, tomate, etc. possuem muito potencial de realização e sua concreção dependerá de variáveis micro e macroeconômicas.